O diretor-geral do Instituto Butantan, Dimas Covas, confirmou neste sábado que as 100 milhões de doses da Coronavac produzidas pelo Instituto Butantan serão incorporadas ao Programa Nacional de Vacinação do governo federal.

“Ontem de noite tive reunião com os técnicos do Ministério da Saúde. No momento, o Butantan tem 6 milhões de doses e serão incorporadas pelo ministério, medida que houver liberação do uso emergencial. Essas vacinas serão distribuídas por todos os estados de forma proporcional, obedecendo critérios demográficos e número de pessoas nas faixas de risco. Todos os estados serão atendidos. Com essas e mais 2 milhões vindo pela Fiocruz. Teremos em janeiro 8 milhões de doses para iniciar a campanha de vacinação”, disse.

Este artigo foi resumido em 3%

Originalmente Publicado: 9 de Janeiro de 2021 às 18:15

Fonte: Oantagonista.com