De acordo com a Consultoria T&F Agronômica, os preços do milho têm mais motivos para subir do que para seguirem estáveis ou caírem.

Os preços internos subiram cerca de 6,67% na semana passada e saltaram 0,75% na B3. Segundo Luiz Pacheco, analista da consultoria, o preço do milho pode atingir 95 reais em 5 meses.

“Eu tenho 47 anos de mercado e 73 de vida, nesse período nunca vi o milho chegar a esse preço de R$ 95 e nem com essa lucratividade tão grande. Em São Paulo está batendo na casa dos R$ 87, então não será surpresa quando chegar a R$ 95. Eu acertei na mosca quando o preço estava em R$ 55 e chegou a R$ 77 e o que posso dizer que vai continuar em alta, pois frustrou a safra de verão no Sul, que são grandes consumidores, e com isso o preço volta a subir. Com isso, o dólar volta a subir e isso vem com o medo de grandes compradores que marcaram território manter o milho aqui”, disse.

Segundo ele, esse valor de R$ 95 se justifica por haver um longo caminho para ter milho novamente no Brasil.

“Temos quase 5 meses e meio para consumir milho que tem do resto da safrinha passada e da safra de verão, que foi menor também”, explicou.

Este artigo foi resumido em 0%

Originalmente Publicado: 11 de Janeiro de 2021 às 21:34

Fonte: Canalrural.com.br