O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que o avião para buscar as duas milhões de doses da vacina contra a Covid-19 do laboratório Serum decola nesta quarta-feira para a Índia.

No dia 2 de janeiro, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária aprovou um pedido feito pela Fiocruz para importação das duas milhões de doses da vacina.

A aérea Azul, que vai fazer o transporte das doses, informou após a declaração do ministro que o voo está programado para partir de Recife na quinta-feira, às 23h, com destino a Mumbai.

De acordo com o ministro, ainda em janeiro, a partir de liberação da Anvisa, o governo terá 8 milhões de doses de dois tipos de vacina contra a Covid-19 para vacinar a população.

Serão 6 milhões de doses da CoronaVac, imunizante produzido pelo Butantan em parceria com o laboratório Sinovac, e essas duas milhões de doses da vacina de Oxford importadas da Índia.

O número de novos pacientes internados na capital em apenas 12 dias já superou o total do mês de abril de 2020, que tinha o maior registro desde o início da pandemia.

O risco de colapso no sistema de saúde e funerário obrigou a prefeitura preparar novas áreas para enterrar as vítimas da doença em um dos cemitérios da capital e gavetas foram construídas para novos sepultamentos.

Este artigo foi resumido em 58%

Originalmente Publicado: 13 de Janeiro de 2021 às 12:16

Fonte: Globo