Fato inédito nos EUA.A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou nesta quarta-feira o impeachment do presidente Donald Trump.

Diferentemente do que aconteceu em dezembro de 2019, quando Trump sofreu o primeiro impeachment na Câmara, a medida teve também o apoio de alguns parlamentares republicanos.

A decisão, que ainda será julgada pelo Senado, não remove Trump do cargo e também não impede que o republicano concorra presidência nas eleições de 2024.A resolução de impeachment, apresentada por deputados democratas após o tumulto que culminou com a invasão ao Capitólio e resultou em cinco mortes na semana passada, consistia de apenas um artigo, citando “Incitação a insurreição”.

O líder da maioria no Senado, o republicano Mitch McConnell, já indicou que a casa não deve se reunir para o julgamento antes de Trump deixar o poder.

Trump pediu que os manifestantes não promovessem atos de violência e vandalismo, em comunicado divulgado enquanto a sessão de impeachment estava em andamento.

O que diz o artigo de impeachment"O presidente Trump ameaçou gravemente a segurança dos Estados Unidos e de suas instituições governamentais", diz o pedido de impeachment de apenas quatro páginas.

Além disso, o documento afirma que Trump “Continuará sendo uma ameaça segurança nacional, democracia e Constituição se for autorizado a permanecer no cargo”.

Este artigo foi resumido em 63%

Originalmente Publicado: 13 de Janeiro de 2021 às 19:29

Fonte: Gazetadopovo.com.br