O aparelho vendido com preço sugerido de R$ 2.699, que faz dele o celular 5G com preço de lançamento mais baixo até aqui, ultrapassando o valor de lançamento do Moto G 5G, da Motorola, anunciado em 2020 por R$ 2.799.

O aparelho da Motorola, porém, já pode ser encontrado no varejo custando menos do que o Galaxy A32, que tende a ficar mais barato também com o passar do tempo.

Embora ainda não exista 5G “De verdade” no Brasil, algumas operadoras já vêm oferecendo uma versão preliminar da tecnologia chamada de 5G DSS, que consiste em usar a mesma infraestrutura já existente do 4G para disponibilizar velocidades um pouco mais altas de conexão.

O Galaxy A32 tem suporte ao 5G DSS e, assim como o rival feito pela Motorola, também pode se conectar ao 5G “Real” de outros países, além das frequências que estão sendo reservadas pela Anatel para o vindouro leilão que dará início quinta geração de internet móvel no Brasil para valer - e que deve acontecer em algum momento deste ano.

Além do 5G. Mas não só de 5G que vive o lançamento da Samsung.

A tela tem 6,5 polegadas, mas a resolução baixa e o painel TFT, que não oferece os mesmos níveis de cor, brilho e contraste que painéis mais caros e de melhor qualidade de LCD, como o padrão LTPS, ou o elegante Oled usado pelo top de linha Galaxy S21, por exemplo.

Além do A32, a Samsung também anunciou hoje o Galaxy A02, um celular super básico de R$ 1.099 com tela de 6,5 polegadas, câmera traseira dupla, 2 GB de memória RAM, 32 GB de armazenamento e bateria de 5.000 mAh.

Este artigo foi resumido em 60%

Originalmente Publicado: 3 de Março de 2021 às 17:37

Fonte: Uol.com.br