A Secretaria de Saúde de Porto Alegre irá reduzir de 10 para oito semanas o intervalo de aplicação das doses da vacina da Pfizer.

“As D2 estão chegando ao estado hoje a partir de oito semanas. Em geral, as entregas de D2 ocorrem em nove ou 10 semanas. Desta forma, a efetiva redução desse intervalo depende de o MS garantir quantitativos suficientes dos laboratórios produtores dessas vacinas para avançar na redução do intervalo entre as doses e, também, na vacinação de novos grupos e aplicação das doses de reforço”, diz a SES-RS. Em relação segunda dose da CoronaVac e da AstraZeneca, na Capital, serão mantidos os intervalos de 28 dias e 10 semanas, respectivamente.

Assim, podem completar o esquema vacinal quem recebeu a primeira dose de CoronaVac até 17 de agosto e 6 de julho da AstraZeneca.

Prefeitura de Porto Alegre antecipa intervalo da Pfizer de 10 para oito semanas - Foto: Cristine Rochol/PMPA. Reforço em idosos acima de 70 anos.

A aplicação da dose de reforço em idosos também com a vacina da Pfizer começa a partir desta quarta.

Porto Alegre iniciou a aplicação da dose de reforço no sábado, mas apenas em idosos residentes em Instituições de Longa Permanência.

A Secretaria Municipal de Saúde deve divulgar em breve as orientações para a solicitação da aplicação da terceira dose a domicílio.

Este artigo foi resumido em 49%

Originalmente Publicado: 14 de Setembro de 2021 às 16:15

Fonte: Globo