O ano do surfista teve de absolutamente tudo: “Racha” na família, polêmicas com o veto de Yasmin Brunet nas Olimpíadas, muitas reclamações sobre as notas em Tóquio e, agora, o tricampeonato do mundo.

Em fevereiro, Medina e sua esposa, Yasmin Brunet, deixaram de seguir a mãe e o padrastr do surfista nas redes sociais.

Além de padrasto, Charles Saldanha também era técnico de Medina, mas acabou sendo demitido por Gabriel sob a justificativa de que Saldanha “Deveria focar na carreira de Sophia”.

Meses depois, Simone Medina, a mãe, acusou Yasmin de afastar Gabriel da família e as rusgas se tornaram públicas, com Simone e Yasmin trocando indiretas nas redes sociais.

Antes de embarcar para o Japão, Gabriel Medina retirou Andy King, seu instrutor, da lista de pessoas de sua equipe nos Jogos e tentou incluir Yasmin como instrutora, para poder levar sua esposa Tóquio.

Na semifinal, foi derrotado pelo japonês Kanoa Igarashi em uma disputa muito polêmica, que gerou bastante reclamação da torcida brasileira por conta de uma nota 9 dada para o dono da casa, que acabou eliminando o brasileiro antes da decisão pelo ouro.

Nesta terça-feira, Medina entrou na WSL Finals como o grande favorito e confirmou esse favoritismo para fechar o ano maluco com o tricampeonato mundial.

Este artigo foi resumido em 45%

Originalmente Publicado: 14 de Setembro de 2021 às 19:18

Fonte: Espn.com.br