Homem em frente a TV na China acompanha notícia na TV local sobre os preparativos para o retorno Terra - Foto: Andy Wong/AP. Três astronautas chineses iniciaram nesta quinta-feira a viagem de retorno Terra após uma missão recorde de 90 dias na construção de uma estação espacial do país.

De acordo com portais de internet especializados, a tripulação deve pousar no deserto Gobi, perto do Centro Espacial de Jiuquan, onde aconteceu a decolagem em 16 de junho.

A missão tripulada anterior da China, Shenzhou-11, havia acontecido no fim de 2016 com duração de 33 dias.

Durante o lançamento da missão em junho, o comandante Nie Haisheng destacou o caráter patriótico da operação.

A China investiu bilhões de dólares ao longo de décadas para alcançar o nível de potências espaciais como Estados Unidos e Rússia.

O país asiático também planeja enviar astronautas Lua antes de 2030 e construir uma base em colaboração com a Rússia.

A China alcançou outro sucesso em janeiro de 2019 com uma inovação mundial: o pouso de um robô no lado oculto da Lua.

Este artigo foi resumido em 67%

Originalmente Publicado: 16 de Setembro de 2021 às 09:36

Fonte: Globo