O argumento de Randolfe e Costa que a CPI não pode enfraquecer e abrir flanco na fase final edit.

247 - Randolfe Rodrigues e Humberto Costa passaram a atuar como bombeiros na crise instaurada na cúpula da CPI da Covid.

O presidente da comissão, Omar Aziz decidiu ficar sem falar com o relator da comissão, Renan Calheiros até quarta-feira, quando o relatório final será lido na sessão.

O argumento de Randolfe e Costa que a CPI não pode enfraquecer e abrir flanco na fase final, informa a jornalista Bela Megale em sua coluna no Globo.

O rompimento ocorreu por causa de vazamentos de trechos do relatório elaborado por Renan e que, segundo Aziz, foi passado para a imprensa pelo relator.

Mesmo com a divergência, o presidente da CPI disse em entrevista coletiva que não vai pedir a retirada de nenhum indiciamento pedido por Renan.

Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores.

Este artigo foi resumido em 38%

Originalmente Publicado: 19 de Outubro de 2021 às 04:24

Fonte: Brasil247.com