Movimento mais um capítulo do acirramento da disputa pela escolha do nome que representará os tucanos na eleição para a Presidência em outubro de 2022.

Dirigentes partidários do PSDB no Rio Grande do Sul, no Ceará, em Minas Gerais e na Bahia vão apresentar, na sede do partido em Brasília, na tarde desta quinta-feira, 21, uma ação com acusações contra a campanha do governador de São Paulo, João Doria, nas prévias tucanas.

Segundo apurou a Jovem Pan, aliados do governador Eduardo Leite afirmam que houve fraude na data de filiação de prefeitos e vice-prefeitos de São Paulo.

O movimento mais um capítulo do acirramento da disputa interna pela indicação do nome que representará a sigla nas eleições pela Presidência da República em outubro do ano que vem.

Procurada pela reportagem, a equipe de Leite afirmou a articulação envolvendo a entrega da representação não partiu do governador gaúcho.

Cada segmento tem peso de 25% da votação total.

Divididos, Doria e Leite minimizam apoio a Bolsonaro em debate de prévia tucana ‘Espero que o Bolsodoria não esteja voltando aí’, afirma Eduardo Leite em evento em SP.

Este artigo foi resumido em 24%

Originalmente Publicado: 21 de Outubro de 2021 às 14:18

Fonte: Jovempan.com.br