A Petrobras vai investir US$ 68 bilhões entre 2022 e 2026, dos quais 84% serão direcionados para o segmento de exploração e produção, de acordo com o novo plano estratégico da companhia, divulgado na noite de hoje.

Para 2022, no entanto, a companhia reduziu a meta de produção de 2,3 milhões de barris de petróleo por dia para 2,1 milhões de barris/dia.

O projeto contempla uma plataforma com capacidade para 120 mil barris/dia e a implantação de um novo sistema de escoamento de gás com capacidade de 18 milhões de metros cúbicos diários.

O novo plano também faz alguns ajustes no cronograma de projetos: a plataforma do projeto Mero 1 foi adiada de 2021 para 2022 e Búzios 5 de 2022 para 2023.

De acordo com a companhia, a venda de ativos vai contribuir para melhorar a eficiência operacional, o retorno sobre o capital e a geração de caixa necessária para manter a dívida em patamar adequado, além de apoiar as melhores oportunidades de investimento.

A companhia vai criar uma governança de aprovação para entrada em novos negócios focados em diversificar o portfólio, com prioridade para negócios relacionados ao segmento de energia ou de novos produtos que não estejam previstos no atual plano estratégico.

No plano atual, de acordo com a Petrobras, não há previsão de investimentos para diversificação rentável de negócios em novas energias.

Este artigo foi resumido em 80%

Originalmente Publicado: 24 de Novembro de 2021 às 21:05

Fonte: Globo