Palmeiras e Flamengo se enfrentam no sábado em Montevidéu e os dois times chegaram ontem ao Uruguai para a fase final da preparação visando a disputa pelo título da Libertadores, mas em termos de torcedores o que se notou foi uma expressiva maioria de rubro-negros até agora.

No UOL News Esporte, os repórteres Léo Burlá e Diego Iwata, que estão no Uruguai, relatam como há muito mais torcedores do Flamengo do que do Palmeiras a dois dias do jogo, embora a diferença deva diminuir com a chegada as organizadas do clube paulista.

“O Flamengo chegou depois de uma pequena multidão já ter chegado em Montevidéu, o contingente de rubro-negros bem grande aqui e se a gente fizer um comparativo com o que nós vemos de palmeirenses, seja no aeroporto, seja nas ruas, nos restaurantes, uma goleada. Se isso valesse um gol na final, já estaria 1 a 0 para o Flamengo com certeza”, afirma Burlá.

“O que a gente sabe no entanto que dentro do estádio essa goleada não vai se concretizar porque o Flamengo comprou quase 12 mil do total dos ingressos, o cômputo que tinha até ontem, e o Palmeiras está chegando em 9 mil, então, dentro do estádio essa supremacia que a gente está vendo nas ruas não vai necessariamente se confirmar”, diz Iwata.

“Hoje chega um contingente bem grande de palmeirenses, a comitiva da Mancha Verde chega hoje, muitos ônibus também, as outras uniformizadas também chegam hoje, então eu acredito que essa sensação nas ruas talvez diminua, mas no momento todos os momentos em que a gente dividiu espaço com torcedores, sempre houve mais torcedores do Flamengo do que do Palmeiras”, completa.

Em relação aos dois times, os repórteres apontam um clima mais leve no Flamengo do que em 2019, quando o clube conquistou o seu segundo título, enquanto o Palmeiras evitou qualquer descontração na chegada capital uruguaia.

“O clima mais leve do que era em Lima em 2019 e isso não tem nada a ver com o Flamengo achar que o Palmeiras um rival menos poderoso que o River, que aquela questão do Flamengo em Lima, os 38 anos, aquela ansiedade, aquela zica toda de Libertadores, o clima naquele momento era muito carregado mesmo, tinha uma ansiedade gigantesca, então eu sinto que o Flamengo está mais sereno aqui em Montevidéu para essa decisão”, diz Burlá.

Este artigo foi resumido em 30%

Originalmente Publicado: 25 de Novembro de 2021 às 12:25

Fonte: Uol.com.br