O veículo que explodiu enquanto abastecia com gás natural veicular, em Sorocaba, estava com um cilindro de gás liquefeito de petróleo instalado de forma irregular e não apropriado para carro, segundo informou a distribuidora Naturgy ao g1.

Ainda segundo a empresa de gás natural, técnicos da distribuidora estiveram no local e fizeram análise preliminar, junto com peritos da Polícia Científica, constatando o uso de cilindro com gás de cozinha em uma possível “Gambiarra”.

A frentista que trabalhava no local momento da explosão chegou a ser arremessada a três metros de distância, desmaiou e sofreu amnésia lacunar.

O taxista Laerte Guarisi contou ao g1 que estava levando um passageiro para o mercado que fica próximo ao posto, quando escutou o barulho da explosão.

Moradores de um bairro vizinho que fica a quilômetros de distância relataram que puderam ouvir o barulho do carro explodindo.

Outros comentaram que ouviram a explosão próxima base do Corpo de Bombeiros na avenida Dom Aguirre.

“Bem na hora que eu passei na avenida deu pra escutar de longe o barulho”, escreveu outro internauta.

Este artigo foi resumido em 55%

Originalmente Publicado: 6 de Dezembro de 2021 às 07:21

Fonte: Globo