O tenente do Corpo de Bombeiros, Pedro Aihara, afirmou que o número de pessoas desaparecidas depois do desabamento de uma pedra em Capitólio diminuiu de 20 para três.

Em entrevista para a EPTV, afiliada Globo, o tenente havia informado que quatro pessoas estavam desaparecidas e que 16 pessoas foram localizadas após cruzamento de informações com os hospitais de Minas Gerais.

“A informação inicial que a gente tinha era de 20 pessoas desaparecidas, porque muitas pessoas que foram atendidas nos hospitais e o cruzamento de listas ainda não tinha sido feito e elas estavam constando como desaparecidas. A gente já conseguiu fazer o contato com boa parte delas e esse numero já diminuiu drasticamente. As pessoas que com certeza estão desaparecidas são as pessoas da lancha Jesus, que foi uma das lanchas diretamente atingidas. No momento em que a pedra se desprende, ela atinge quatro lanchas, duas diretamente e outras duas com impacto indireto. Essa lancha Jesus a lancha com maior numero de pessoas desaparecidas”.

Entretanto, em entrevista para a EPTV, afiliada Globo, o tenente Pedro Aihara afirmou que atualmente são quatro pessoas desaparecidas e que eles conseguiram contato com as outras vítimas.

2 pessoas seguem internadas na Santa Casa de Passos, a 74 km de Capitólio; a terceira pessoa que estava internada em Passos foi para um hospital particular - por isso, os bombeiros não têm informações sobre o estado de saúde dela.

Para o especialista em gerenciamento de risco, Gustavo Cunha Melo, uma tromba d’água - inicialmente citada pelos bombeiros como motivo do deslizamento - pode ter agido como um gatilho para o deslizamento, mas não foi necessariamente a causa do problema.

A Marinha do Brasil informa que tomou conhecimento de um acidente, no fim da manhã de hoje, após deslizamento de rochedo atingir embarcações que navegavam a região dos cânions, em Capitólio-MG. A DelFurnas deslocou, imediatamente, equipes de Busca e Salvamento para o local, integrantes da Operação Verão ora em andamento, a fim de prestar o apoio necessário às tripulações envolvidas no acidente, no transporte de feridos para a Santa Casa de Capitólio, e no auxílio aos outros órgãos atuando no local.

Este artigo foi resumido em 72%

Originalmente Publicado: 8 de Janeiro de 2022 às 21:50

Fonte: Globo