O São Paulo recuou na intenção de contratar o zagueiro Lucas Ribeiro, que defendeu o Internacional no ano passado.

Um caso de vídeo íntimo envolvendo uma menor de 14 anos, supostamente vazado pelo atleta em 2018, quando o jogador ainda defendia o Vitória e tinha 19 anos, fez com que a diretoria do São Paulo freasse a negociação.

Segundo uma pessoa ligada ao atleta, o caso foi encerrado “há tempos” e Lucas não foi o autor da filmagem e nem da exibição do vídeo íntimo.

Em 2018, Lucas Ribeiro teria filmado um amigo tendo relações sexuais com uma menor de 14 anos e publicado no modo stories do Instagram.

De acordo com informações do UOL, as partes encaminharam um acordo financeiro em 2019, mas não houve acerto após Lucas Ribeiro trocar de advogado.

Não houve novidade também desde que Lucas Ribeiro passou a defender o Internacional, em agosto de 2020, quando a Justiça poderia tranquilamente encontrar o jogador para responder sobre o caso.

O ge entrou em contato com o advogado Wang iu Bastos Aelo, que defendeu a jovem no caso.

Este artigo foi resumido em 57%

Originalmente Publicado: 13 de Janeiro de 2022 às 15:44

Fonte: Globo