Em comunicado ao mercado enviado na manhã desta sexta-feira, a brMalls informou que seu Conselho de Administração decidiu, por unanimidade, recusar a proposta de combinação dos negócios com a Aliansce Sonae.

A companhia entendeu que a proposta subavalia, consideravelmente, o valor justo da brMalls e do seu portfolio de ativos e, portanto, não atende aos melhores interesses dos acionistas.

A Aliansce Sonae informou na noite de ontem que havia enviado no dia 4 uma Proposta Não Vinculante de Combinação de Negócios ao Conselho de Administração da brMalls, confirmando um movimento aguardado desde o final de dezembro.

Pela proposta da Aliansce, os acionistas da brMalls receberiam 50% da nova empresa mais um pagamento em dinheiro.

Os acionistas da brMalls receberiam cerca de 265 milhões de novas ações ordinárias da Aliansce Sonae, ou 50% de seu capital social, com uma relação de troca de aproximadamente 0,32 ação ordinária da Aliansce para cada ação ordinária da BR Malls.

“Esta fusão de iguais tem capacidade de fortalecer os negócios da companhia combinada, aproveitando os talentos e as melhores práticas de cada uma das companhias Além disso, deve gerar inúmeras oportunidades de crescimento”, disse a Aliansce.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE. A Aliansce Sonae tem atualmente um valor de mercado de R$ 5,21 bilhões, enquanto o da brMalls chega a R$ 6,85 bilhões, segundo dados do Refinitiv Eikon.

Este artigo foi resumido em 47%

Originalmente Publicado: 14 de Janeiro de 2022 às 10:19

Fonte: InfoMoney