Um painel de segurança da agência reguladora europeia de saúde recomendou nesta sexta-feira acrescentar uma rara inflamação na medula espinhal, chamada mielite transversa, como um possível efeito colateral da vacina da AstraZeneca contra a covid-19.

A vacina enfrentou uma série de contratempos, incluindo atrasos na produção e investigações de reguladores após casos raros de efeitos colaterais graves, como coágulos sanguíneos com níveis baixos de plaquetas, o que levou a restrições ao uso do imunizante em vários países.

Vacinas de covid usadas no Brasil protegem quem já teve doença, diz estudo.

Este artigo foi resumido em 1%

Originalmente Publicado: 14 de Janeiro de 2022 às 16:03

Fonte: Uol.com.br