Entre os encontros estão a despedida de funcionários que estavam se aposentando do governo - ou a já famosa festa de Natal de 18 de dezembro de 2020.Depois que as primeiras informações foram divulgadas, Johnson inicialmente negou que essas reuniões tivessem ocorrido e depois disse que não havia participado delas.

Foi então que, no Parlamento, ele admitiu que tinha estado numa dessas reuniões, embora tenha dito que sempre pensou que eram reuniões de trabalho.

“Quero me desculpar. Conheço os sacrifícios extraordinários que milhões de pessoas fizeram nos últimos 18 meses. Estou ciente da raiva que sentem por mim e meu governo quando pensam que as regras não foram seguidas em Downing Street”, disse ele durante a sessão parlamentar.

E acrescentou, sobre a festa que foi realizada no jardim de sua residência: “Do ponto de vista de hoje, acho que deveria ter pedido a todos que voltassem para dentro. Deveria ter percebido que, embora tecnicamente as recomendações oficiais estivessem sendo seguidas, milhões de pessoas não veriam dessa maneira.”

Segundo alguns analistas, o que ele conseguiu com essas desculpas foi apenas um pouco de fôlego até que apareça o próximo capítulo desta história: a investigação em que Sue Gray trabalha.

“Embora não signifique sua saída imediata, a verdade que coloca sobre a mesa algo que antes era impensável: que o período de Boris Johnson no poder pode terminar em breve.”

aí que entra o Comitê 1922, que na verdade foi criado em 1923 e consiste basicamente em um grupo de parlamentares conservadores que se reúnem semanalmente para rever as estratégias e ações que o partido está tomando.

Este artigo foi resumido em 81%

Originalmente Publicado: 15 de Janeiro de 2022 às 16:06

Fonte: BBC News