O jornal britânico ‘The Mirror’ publicou neste sábado que o gabinete do primeiro-ministro Boris Jonhson continuou a realizar um happy hour todas as sextas-feiras mesmo durante os períodos de lockdown pela pandemia de coronavírus.

A publicação afirma que os empregados do gabinete mantiveram a “Tradição de longa data” de encerrar a semana com um momento de celebração regado a vinhos.

O jornal acrescenta que os funcionários investiram em uma nova geladeira para manter as bebidas refrigeradas e que o primeiro-ministro estava ciente da realização das reuniões informais.

Um porta-voz de Downing Street, a residência oficial, indicou que uma investigação interna está em curso para apurar se Johnson e seus colaboradores infringiram as regras em vigor no país nas diferentes ocasiões e as quais, agora, o governo se vê acusado de ter violado.

Na quarta-feira, Boris Johnson apresentou um pedido de desculpas ao Parlamento por ter participado de uma festa em maio de 2020, alegando que pensava que o encontro seria uma reunião de trabalho.

Na ocasião, a rainha Elizabeth 2ª participou do funeral do marido sozinha na capela do castelo de Windsor, numa imagem que refletia o rigor do lockdown em vigor naquele momento.

Starmer, no entanto, foi acusado de hipocrisia, já que foram divulgadas fotos dele bebendo uma cerveja com um pequeno grupo de colaboradores do Partido Trabalhista, em um escritório, em maio passado, quando as reuniões em espaços fechados estavam banidas, salvo em situações profissionais.

Este artigo foi resumido em 48%

Originalmente Publicado: 15 de Janeiro de 2022 às 10:17

Fonte: Globo