Parece cena de um filme de ficção, mas foi com esse tratamento cinematográfico - e uma atuação duvidosa, - que a TV estatal da Coreia do Norte divulgou os testes do míssil balístico nesta sexta.

Líder da Coreia do Norte aparece montado em um cavalo branco em imagens divulgadas pelo governo no dia 16 de outubro de 2019 - Foto: Divulgação.

O mais recente lançamento pela Coreia do Norte foi um grande e novo míssil balístico intercontinental, informou a mídia estatal norte-coreana nesta sexta-feira, em um teste que o líder Kim Jong-Un disse ter sido realizado para demonstrar o poder de sua força nuclear e dissuadir qualquer movimento militar dos Estados Unidos.

O lançamento de quinta-feira foi o primeiro teste completo de ICBM pela Coreia do Norte desde 2017.

Dados do voo indicaram que o míssil voou mais alto e mais longe do que qualquer um dos testes anteriores da Coreia do Norte antes de cair no mar a oeste do Japão.

Seu alcance e tamanho também sugerem que a Coreia do Norte planeja usá-lo com ogivas que podem atingir vários alvos ou com chamarizes para confundir os defensores, segundo analistas.

“Essas ações imprudentes ameaçam a paz e a segurança regionais e internacionais, representam um risco perigoso e imprevisível para a aviação civil internacional e a navegação marítima na região”, diz nota do G7. Também levanta a perspectiva de uma nova crise após a eleição de um novo governo sul-coreano conservador que prometeu uma estratégia militar mais forte em relação Coreia do Norte.

Este artigo foi resumido em 64%

Originalmente Publicado: 25 de Março de 2022 às 09:49

Fonte: Globo