247 - Após um ano sem maiores problemas no Itamaraty, o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos França, enfrenta atualmente um processo de fritura, de acordo com o jornal O Globo.

Jair Bolsonaro colocou panos quentes: “a nossa política externa, que tem frente o ministro Carlos França, realmente reconhecida por todos nós e por todo o mundo afora. Todos querem fazer comércio conosco”, disse ele em evento em Ribeirão Preto.

Um dos principais motivos para a fritura de França o posicionamento do Brasil em relação guerra entre Rússia e Ucrânia.

“Hoje todo mundo dá pitaco sobre a guerra: temos a ala militar, a Faria Lima , os ideológicos, e o Itamaraty”, resume uma fonte do governo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE. Há poucas chances de que França deixe o governo antes das eleições, mas nada pode ser descartado.

“Existe um ‘receio’ pela possibilidade de que políticas do Itamaraty que estão causando mal-estar entre americanos e europeus possam prejudicar a agenda econômica. O medo de que o estremecimento das relações, sobretudo com os europeus, possa causar danos colaterais”.

Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores.

Este artigo foi resumido em 45%

Originalmente Publicado: 2 de Maio de 2022 às 07:32

Fonte: Brasil247.com