hora de controlar a ansiedade no clube, que desde o ano passado vem colecionando frustrações quando está na porta do G-4.

O técnico Zé Ricardo nas últimas entrevistas vem batendo justamente nessa tecla: a de segurar a euforia na tentativa de não perder o foco no principal objetivo, que o acesso no fim do campeonato.

11ª rodada - A um ponto do G-4, bastava vencer o Coritiba fora de casa e torcer para um tropeço do CRB. O time alagoano perdeu, mas o Vasco só empatou o seu jogo.

13ª rodada - A três pontos de distância, o Vasco poderia entrar no G-4 em caso de tropeços de Sampaio Corrêa, Goiás, CRB e Avaí, mas acabou empatando com o CSA em Alagoas, placar final de 2 a 2.

No fim das contas, o Vasco terminaria em quinto se derrotasse o Botafogo porque o CRB venceu na rodada, mas acabou terminando em décimo com a derrota por 2 a 0 no clássico.

17ª rodada - O Vasco fez sua parte vencendo o Vila Nova, mas as vitórias de Guarani e Sampaio Corrêa atrapalharam os planos de entrar no G-4.

18ª rodada - Entraria no G-4 em caso de vitória simples sobre o Remo fora de casa, já que o Guarani perdeu e o Sampaio Corrêa empatou na rodada.

Este artigo foi resumido em 78%

Originalmente Publicado: 14 de Maio de 2022 às 06:00

Fonte: Globo