Nesta sexta-feira, o Flamengo desembarcou em Fortaleza, onde terá o seu próximo compromisso no Campeonato Brasileiro, neste sábado, contra o Ceará.

A chegada da delegação rubro-negra, no entanto, foi sob protestos por parte de torcedores presentes no local.

Com apenas cinco pontos conquistados no Brasileirão até o momento e bastidores agitados fora das quatro linhas, dirigentes, jogadores e até o Departamento Médico do Flamengo têm sido constantemente cobrado pela torcida.

De acordo com informações divulgadas pelo GE, torcedores jogaram pipoca no vice-presidente de futebol do Fla, Marcos Braz, e no diretor executivo da pasta, Bruno Spindel.

Além disso, quando o ônibus rubro-negro surgiu na entrada do hotel, a partir das 20h10, começaram os gritos de “Nós queremos respeito e comprometimento, isso aqui não Vasco, isso aqui Flamengo”.

Ainda de acordo com o portal, os únicos que tiveram um momento de mais tranquilidade foram Paulo Sousa e David Luiz.

Em meio aos protestos, o Flamengo entra em campo neste sábado, quando enfrentará o Ceará, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Este artigo foi resumido em 42%

Originalmente Publicado: 13 de Maio de 2022 às 21:42

Fonte: Colunadofla.com