A guerra na Ucrânia atingirá um “Ponto de inflexão” em agosto e a Rússia será derrotada “Antes do fim do ano”, afirmou o chefe da inteligência militar ucraniana, Kyrylo Budanov, Em entrevista ao canal britânico Sky News, a autoridade também disse que Kiev conseguirá recuperar todo seu território.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, também publicou um vídeo em suas redes sociais no final da noite de ontem fazendo em balanço do 79º dia de guerra com a Rússia e disse que militares ucranianos tomaram mais mil assentamentos que eram ocupados por forças russas desde o início do conflito, em 24 de fevereiro.

Esses números, no entanto, não são oficiais, já que a Rússia pouco transparente em dar informações detalhadas sobre suas perdas na guerra.

Com 100% de capital russo, havia anunciado na ontem que o fornecimento seria suspenso pela falta de pagamentos, no momento em que a Finlândia pretende apresentar sua candidatura Otan.Adesão Otan.

Por sua vez, divulgou um comunicado em que afirma que a invasão russa Ucrânia “Alterou o ambiente de segurança da Finlândia” e que o país escandinavo vai apresentar seu pedido de ingresso na aliança militar ocidental “Nos próximos dias”.

O G7 “Nunca reconhecerá” as fronteiras que a Rússia deseja impor força em sua guerra na Ucrânia, afirmaram neste sábado os ministros das Relações Exteriores do bloco, que reúne as sete nações mais ricas do planeta.

“Eles não precisam dessas pessoas e de suas casas - eles só precisam do território que o inimigo transforma em deserto”, afirmou a autoridade.

Este artigo foi resumido em 74%

Originalmente Publicado: 14 de Maio de 2022 às 07:53

Fonte: Uol.com.br