Mais de 220 mil residências estão sem energia elétrica no Rio Grande do Sul por causa da passagem do ciclone Yakecan pelo sul do país.

Ventos fortes foram registrados na tarde e noite de hoje, derrubando árvores, postes e fiações elétricas em municípios, que estavam em estado de alerta.

Em Rio Grande, um grupo de 130 pessoas enfrentou uma forte angústia na hora de voltar para casa, em São José do Norte, depois que as condições meteorológicas impediram o funcionamento da balsa que faz a travessia entre os municípios, que dura meia hora.

Segundo o MetSul, chuva de granizo foi registrada em São José dos Ausentes, onde, segundo a TV Globo, foi registrada sensação términa de - 0 ºC. A Prefeitura de Guaíba emitiu um alerta para rajadas de ventos intensas na região e pediu que as pessoas evitassem sair de casa.

No fim da tarde, o Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul foi acionado para resgatar um homem preso nos molhes da Barra de Rio Grande, construção que fica na Praia do Cassino e “Divide” um trecho de mar mais agitado da costa.

Mais cedo, ainda por volta do meio-dia, Porto Alegre registrou problemas com queda de árvores, incluindo um espécime de grande porte que caiu por causa da força dos ventos na Av. Prof. Oscar Pereira.

O Dnit mantinha ativo alertas de perigo de vendaval para mais de 400 municípios do Rio Grande do Sul, assim como alertas de “Grande perigo” para ventos costeiros em 41 cidades do estado.

Este artigo foi resumido em 59%

Originalmente Publicado: 17 de Maio de 2022 às 21:31

Fonte: Uol.com.br