247 - Jair Bolsonaro admitiu que houve “Coisa errada” na ditadura militar, citando “Cascudo, tapa ou afogamento”, durante entrevista ao canal de YouTube Cara a Tapa neste sábado.

Bolsonaro com frequência enaltece a ditadura militar, que teve uma estrutura dedicada a tortura, mortes e desaparecimento.

“Teve coisa errada? Ninguém vai negar que não teve. Levou cascudo, tapa ou afogamento”, disse Bolsonaro.

“Ninguém vai negar que teve isso, agora ninguém pode negar que pro lado de cá, nós sofremos também.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE. O entrevistador não questionou a defesa que Bolsonaro fez no dia da votação do impeachment na Câmara dos Deputados, em abril de 2016, em que zombou da tortura sofrida pela então presidente, Dilma Rousseff.

Na live deste sábado, Bolsonaro falou sobre Carlos Lamarca, guerrilheiro que liderava a luta armada contra a ditadura militar.

Os relatos de pessoas que sobreviveram às torturas incluem presos que foram pendurados em paus de arara, choques elétricos, estrangulamento, afogamento, socos e pontapés.

Este artigo foi resumido em 61%

Originalmente Publicado: 13 de Agosto de 2022 às 13:48

Fonte: Brasil247.com