O comentarista Edmundo não aprovou o acordo do candidato presidência do Vasco Leven Siano com o meia Yaya Touré, que pode ser jogador do Cruz-Maltino em 2021, caso Leven vença a eleição.

Ele está há mais de seis meses sem atuar, e a contratação dele seria só para o ano que vem.

E outra, que o ponto mais emblemático, o fato da gente estar num momento tão grave e o candidato aproveitando para fazer campanha para se autopromover.

O Vasco não paga salários de atletas e funcionários há muito tempo.

Se alguém quer o bem do Vasco, acho que essa deveria ser a prioridade, tratar melhor quem está no clube - afirmou.

Edmundo aprovou a contratação e reconheceu que o marfinense um grande jogador, mas alertou que espera que outros candidatos não repitam essa façanha de acordos com jogadores, porque o Vasco poderia se tornar uma piada.

inegável que foi um grande jogador, mas, sinceramente, espero que isso não vire moda, que outros candidatos não achem que têm legitimidade para contratar, porque senão o Vasco pode virar motivo de piada - completou.

Este artigo foi resumido em 17%

Originalmente Publicado: 22 de Maio de 2020 às 22:10

Fonte: Lance.com.br