Na contramão de Wall Street, o Ibovespa hoje despencou 2,28%, recuando a 116.677,08 pontos, com o mau humor após a aprovação do texto-base da reforma do Imposto de Renda e da emenda que estabelece uma taxação de 15% sobre dividendos.

O giro financeiro foi de R$ 34,0 bilhões na sessão e, na semana, o Ibovespa amplia as perdas a 3,32%, com 1,77% de baixa nestes dois primeiros dias de setembro - no ano, mais uma vez o índice oscila para o negativo.

Foi a primeira vez desde 20 de agosto que a referência da B3 voltou a operar abaixo de 117 mil pontos no intradia, atingindo nesta quinta o menor fechamento desde 18 de agosto, que havia sido o pior desde 1º de abril.

A aprovação pesou especialmente sobre o setor bancário - que utiliza a modalidade para remunerar acionistas - e e no Ibovespa.

“As grandes empresas têm formas de diluir esse processo de tributação de dividendos. Naturalmente, as incertezas ainda existem. O mercado não gosta desse tipo de reforma, porque afeta o miolo da economia que são as empresas que faturam acima de R$ 4,8 milhões até 74 milhões, e não terão isenção de dividendos,” afirmou Jansen Costa, sócio-fundador da Fatorial Investimentos.

As ações de bancos caíram em bloco nesta quinta-feira, enquanto o mercado digeria a reforma do IR. Santander Brasil figurou entre as maiores baixas hoje, recuando 5%; seguido de Banco do Brasil, 4%. Itaú Unibanco e Bradesco cederam 3%. A Ambev, outra impactada negativamente pelo fim do instrumento de JCP, afundou 4%. Ainda na ponta negativa do Ibovespa, estão setores com exposição economia doméstica, como Cielo, Via Varejo e Lojas Americanas, refletindo também os fracos dados.

Entre as maiores instituições, destaque para queda de 5,23% na Unit do Santander, de 4,14% para BB ON e de 3,81% em Bradesco ON. O papel do Assaí liderou as poucas altas do Ibovespa hoje, depois de a rede de varejo anunciar a conclusão da venda de dois dos cinco imóveis negociados em julho, por R$ 134,5 milhões.

Este artigo foi resumido em 62%

Originalmente Publicado: 2 de Setembro de 2021 às 17:58

Fonte: Suno.com.br